Você está aqui: Página Inicial Sangue que não seca: o Estado Islâmico, a crise de hegemonia e as novas estratégias do imperialismo

Sangue que não seca: o Estado Islâmico, a crise de hegemonia e as novas estratégias do imperialismo

Trata-se de um estudo sobre o processo de ascensão do Estado Islâmico e do reavivamento da doutrina da Guerra Global contra o Terrorismo, levada a cabo pelos Estados Unidos e pela Organização do Tratado do Atlântico Norte, articulados à estratégia do “caos construtivo”, frente à crise de hegemonia norte-americana e do papel que, no espectro internacional, desempenha sua economia de guerra.

Autor: Rodrigo Medina Zagni

Editora: CRV

Áreas de Interesse: Estado Islâmico, História

Páginas: 148

 

 

Ações do documento