Você está aqui: Página Inicial Educação Permanente em Saúde - Gestão e Ensino na Concepção dos Trabalhadores

Educação Permanente em Saúde - Gestão e Ensino na Concepção dos Trabalhadores

Pautado na autonomia e no empoderamento de profissionais, usuários, gestores, professores e estudantes, este livro convida o leitor a refletir sobre as possibilidades da gestão participativa em saúde e das funções do apoio institucional através do método de atuação desenvolvido pela autora – o “Método da Ponte”. Visando sempre ao protagonismo dos sujeitos, o Método da Ponte serve de convergência de quatro grandes vertentes – trabalhadores, gestão, formação e assistência – e possibilita uma forma de pensar que concilia, por meio de decisões colegiadas, as diferentes necessidades que se apresentam ao setor da saúde.

Entrelaçando teoria e prática, a pesquisa desvela novas experiências complexas e agregadas aos sentidos. Ressaltam-se sempre as potencialidades e competências dos atores sociais envolvidos, assim como o papel transformador do ensino e do trabalho construídos com base em corresponsabilidade e diálogo. A autora demonstra, com resultados e rigor, como o Método da Ponte interfere positivamente nos determinantes sociais da saúde. 

Esta é a primeira obra a explorar a ocorrência da aprendizagem significativa crítica e do cognitivismo no contexto das práticas de gestão e ensino em saúde, além de trazer pressupostos inéditos da instrução ativa em serviço. Trata-se de um estudo científico fundamental, indispensável para todos aqueles que têm como propósito desencadear uma dinâmica de inclusão que possibilite o fortalecimento da educação no país, a conclusão da reforma do sus e a participação dos trabalhadores nas decisões da saúde, historicamente concentradas na figura dos gestores.

 

Editora: FAP-Unifesp

Autora: Nara Maria Holanda de Medeiros 

Áreas de interesse: Ciências da Saúde e Educação

Páginas: 240

 
Ações do documento